Sem categoria

É hora de enxergar oportunidades, ao fim da pandemia, em municípios, estados e governo federal. Em cada cidade, haverá obras a serem realizadas, concessões e licenças de bens e serviços públicos. 

Esse foi o tema do quarto episódio do PPP War Room, promovido pelo MBA PPP e Concessões, em parceria com a Hiria. O encontro trouxe visões de agentes e especialistas da área sobre as oportunidades no pós-crise.

O Secretário de Desenvolvimento de Infraestrutura no Ministério da Economia, Diogo Mac Cord, focou no faseamento que o governo vem fazendo nas suas ações, primeiro garantindo o funcionamento dos setores fundamentais da infraestrutura e, depois, criando as possibilidades de projetos de PPPs, concessões e privatizações que gerem valor para o país.

Do lado da Indústria, o presidente da ABDIB (Associação Brasileira de Infraestrutura e Indústria de Base), Venilton Tadini, defende a presença do governo, garantindo as condições mínimas para a sobrevivência das empresas, a fim de que, no momento da retomada, o mercado esteja saudável.

O Professor Dr. Carlos Antônio Rocca (FEA-USP e FIPE), alinhou a necessidade da escolha de projetos qualificados em contraposição a momentos anteriores. 

Ainda de acordo com o Professor, é premente o diálogo do Governo com o setor privado e com a sociedade, para que o crescimento seja construído. Sobre investimentos públicos, alguns pontos por ele destacados foram:

• O nível de endividamento vai depender dramaticamente da taxa de crescimento da Economia, e isso está ligado à taxa de retorno do investimento feito com a dívida. 

• A crise obrigou o Governo a uma expansão fiscal fora de planejamento. 

• Se o investimento tiver taxa de retorno acima do custo da dívida, a direção está correta. 

• No curto prazo, estamos enfrentando uma emergência, que é a questão da dívida. 

• A taxa de crescimento é absolutamente crucial. 

• A infraestrutura é um ótimo candidato para o crescimento estável e contínuo. Porém não é possível falarmos em programa de infraestrutura dissociado do resto.

• Essa construção tem de ser coletiva.

 • Este é um dos momentos mais tensos dos últimos tempos. E vai demandar muita criatividade, muita capacidade, muita articulação e muita seriedade. 

• Não se pode perder tempo com o que não traz resultados.

Contudo, o futuro do mercado de PPPs mostra-se promissor. Acredita-se que os investimentos privados em infraestrutura no Brasil contribuirão enormemente para a retomada do crescimento pós-pandemia, levando o Brasil para outro patamar de “normalidade”.

Assista ao episódio na íntegra em: https://www.youtube.com/watch?v=503YNv3n4CU

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário